Como podemos lhe ajudar

A vida sempre nos prega peças,

nos surpreende com dificuldades na criação dos filhos, uma perda inesperada, decepções ou sofrimentos que doem tanto que acreditamos que nunca irão passar. De fato, a intensidade dessa dor é verdadeira, no momento que estamos vivendo. O problema é quando não conseguimos lidar com esse sentimento sozinho. A proposta não é curar uma pessoa do seu sofrimento, isso é impossível porque sofrer pelos nossos sentimentos é uma característica humana, porém, nesses casos, é necessário que você queira sair dessa situação e procure a ajuda de um profissional qualificado que facilitará para você controlar esses sentimentos fazendo com que seu sofrimento seja diminuído ou até mesmo abreviado.

Orientação: R$ 50,00

Teremos o maior prazer em lhe ajudar com seu problema.

Seu Nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Sua Idade (obrigatório)

Cidade (obrigatório)

Estado (obrigatório)

Seu Desabafo

Um breve resumo sobre as diferenças entre
Psicólogo, Psiquiatra e Consultor Sentimental.


Márcio Álvares

Psicólogo e Sociólogo


Formado pela Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), Pós-graduado em Gestão Estratégica, com conhecimento de PNL (Programação Neurolinguística), Inteligência Emocional, reprogramação mental e relacionamento humano.

Especialista em otimismo, em manter o sorriso, identificar pontos positivos em todas as ocasiões e oferecer pontos de vista diferentes da mesma situação, enfim, especialista em acreditar que dias melhores virão.

Nossos Serviços

Blog - Dicas Para a vida

setembro 18, 2017

Quem disse que sou ciumento?

Quer saber? Nem ligo! Se tem uma coisa que eu não sinto é ciúmes. Se terminar eu arrumo outro. Pronto! Será? O ciúme é um sentimento […]
setembro 1, 2017

Sexo, paixão, amor e amizade

Você já parou para pensar o que essas palavras representam para você? Se não, pode estar aí boa parte do seu sofrimento nos relacionamentos amorosos. Para […]
agosto 22, 2017

Você viu?

Uma característica humana é julgar os outros. Mas o que está por trás dos julgamentos que fazemos? A primeira coisa que pode estar por trás disso […]
agosto 15, 2017

Você me decepcionou

Se há um sentimento que nos deixa para baixo são as decepções. Entre elas tem uma que, invariavelmente, nos derruba em um abismo: as decepções amorosas. […]
agosto 11, 2017

Vou vingar!

Uma das atitudes que mais atrasam a vida é a vingança. Quando alguém nos faz alguma coisa, de propósito ou não, que nos causa raiva, “ódio” […]
agosto 8, 2017

Na companhia da solidão

Etimologicamente, solidão vem do Latim: Solitudo, de solus, sozinho. Com a tecnologia e redes sociais, não é fácil falar de solidão. Parece-me coerente incluir a palavra […]
agosto 7, 2017

Fica quieto menino

Como é difícil a arte de ser pais, essencialmente mãe. Sobre educação de filhos, com muita frequência ouço pais dizerem “O que eu fiz de errado?”. […]
agosto 4, 2017

Feliz e triste ao mesmo tempo? Como assim?

Alegre e infeliz são verbetes classificados como antônimos e quem sou eu para questionar os significados das palavras, porém categorizá-las é uma boa forma de eu […]
agosto 3, 2017

Raiva? Nem cachorro merece.

Estamos em agosto, mês de vacinação dos animais contra raiva, a doença, mas bem que seria bacana existir uma vacina contra a raiva, emoção. Rs. Raiva […]
agosto 2, 2017

Nasceu um elefante amarelo

Não crie elefantes amarelos. Pois é! Foi o que você acabou de criar em pensamento. Vou além: não pense em elefantes amarelos e muito menos numa […]
agosto 1, 2017

Medo e angústia, ingredientes da paralisia

  Mesmo antes de cursar psicologia, por vezes ouvi, e ouço, que eu sou diferente. Costumo responder que não posso dizer que eu seja diferente por […]
julho 30, 2017

Por que criei essa página?

Vamos começar assim: “Não são as situações na nossa vida que causam angústia, mas sim a nossa interpretação sobre tais situações.” Aaron T Beck.   Historicamente […]

Contato