Fica quieto menino
agosto 7, 2017
Vou vingar!
agosto 11, 2017

Na companhia da solidão

Etimologicamente, solidão vem do Latim: Solitudo, de solus, sozinho.

Com a tecnologia e redes sociais, não é fácil falar de solidão. Parece-me coerente incluir a palavra isolamento para falar sobre solidão. Isolamento é você possuir endereço, celular, facebook, Instagram, Messenger, Whatsapp, etc, mas as pessoas não interagirem contigo da forma que você gostaria. Pronto! Pode estar aí o sentimento de solidão, o sentimento de ser ignorado, negligenciado pelas pessoas que o conhecem. Nesse caso é a solidão por abandono.

Também é possível que você se isole, não permita a aproximação das pessoas deixando de corresponder aos convites para passear ou tentativas de interação com você. Dessa forma a solidão pode configurar um afastamento social que pode ser sintoma de algum transtorno social ou liberdade para um encontro consigo mesmo na busca do crescimento pessoal. A primeira é nociva e a segunda pode ser saudável.

Flávio Gikovate diz que a solidão é boa, que ficar sozinho não é vergonhoso. Ao contrário, dá dignidade à pessoa. As boas relações afetivas são ótimas, são como ficar sozinho: ninguém exige nada de ninguém e ambos crescem.

Há outra probabilidade para o sentimento de solidão: Não estar próximo ou não ter acesso a quem você gostaria. Essa é a solidão emocional, aquela ligada aos relacionamentos amorosos, as paixões. Curiosamente, esse sentimento caminha na contramão da sensação de liberdade porque quando sofremos pela falta do outro é possível que não tenhamos uma boa convivência conosco mesmos.  Depositar todas as fichar no outro, em muitos casos, é abrir mão da própria companhia.

Claro que necessitamos do outro em nossas vidas, mas nunca devemos abrir mão de nós mesmos e muito menos acreditar que não conseguimos viver sem ele.

2 Comentários

  1. parece ,que foi feito pra mim..

  2. Marcio Alvares disse:

    Olá Marisa!

    No texto foram descritos três tipos de solidão.
    De um modo geral eu diria que: só é lembrado quem aparece.
    Para mudar isso você pode começar aproximando das pessoas que você gosta, de preferência pessoalmente. Se não a convidam, convide você.

    Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *