Quem disse que sou ciumento?

Sexo, paixão, amor e amizade
setembro 1, 2017

Quem disse que sou ciumento?

Quer saber? Nem ligo! Se tem uma coisa que eu não sinto é ciúmes. Se terminar eu arrumo outro. Pronto!
Será?
O ciúme é um sentimento que todos, sem exceção, temos. Seja por um objeto, por inveja ou por uma pessoa, variando de tipo, grau e intensidade. O ciúme é um sentimento tão potente que podemos perceber que até os bebês e os animais sentem.
Por ciúmes se mata e se morre, pois o ciúme é justificado por uma série de outros sentimentos como: amor, paixão e possessividade que provocam insegurança, medo, ansiedade, incerteza, desconfiança, humilhação, tristeza, desgosto, raiva, descontrole, vingança, podendo levar à depressão.
O ciúme pode variar desde um simples mal estar inocente e inofensivo até um furacão de energias perigosas que provocam delírios, onde quem está sentindo cria em sua mente um monte de situações que não correspondem à realidade, não passando de frutos da imaginação. A questão é que ciumento sente como se tudo que ele está pensando tivesse acontecido de verdade. Aí minha amiga, vai destruindo você por dentro e, por fora, seus relacionamentos.
Enquanto algumas pessoas conseguem controlar essa emoção e todas as outras que o ciúme provoca, dificilmente exteriorizando e até negando que sentem, outras não conseguem conter esses ciúmes e expressam das mais variadas formas, incluindo a violência física e vingança.
Lamentável também que o ciumento, com frequência, perca o relacionamento que gera seus ciúmes.
O que não tem medicamento um psicólogo pode resolver.
www.consultorsentimental.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *